A face da futilidade dos blogs de moda

quinta-feira, agosto 16, 2012

Há tempos que venho guardando discussões em minha mente, debatendo só comigo mesma, mas a questão é que estou farta. Após ler a desgastante matéria de Lalá Rudge na revista RG, que mostrou, mesmo que nas entre linhas, uma interface das blogueiras que vemos por ai hoje em dia. Nascida em berço de ouro, filha de bancário, a blogueira que mais parece uma Barbie chega a ganhar segundo a Veja, 100.000 reais só de anunciantes por mês. (Como fiquei impressionada com o número, fui no blog da fia e contei  8 banners de anunciantes, sendo que a média que essas blogueiras cobram por isso é mais ou menos 2.500/3.000 reais ou seja, só de anúncios ela ganharia por mês barganha de 24.000 mil reais, mas da onde vem os outros 76.000? Ao não ser que ela faça 25 post pagos por mês que dariam ao equivalente de 75.000 mil reais seguindo essa tabelinha dos 3.000 por postpago/anúncios num blog que tem umas 40 postagens por mês, chegamos a conclusão que metade do conteúdo ali é pago.)
 Tirando essa minha matemática maluca o que eu quero dizer eu não entendo esses números, nem os do dinheiro, nem de acesso. Mesmo após toda aquela polêmica do #blogueirasangrenta  de ela usar pele de animal e tentar justificar dizendo que não é hipócrita, que matar pra comer e matar pra vestir não tem diferença pra ela. Claro que não, derramar sangue por consumismo exacerbado e exibicionismo alheio é uma ótima opção. Sem falar no vocabulário extenso e extremamente cultural, que em menos de dois minutos olhando aquele blog dá de se perceber porque parou a faculdade. Tem looks bonitos? Deve até ter. Mas isso não justifica todo o resto.


" Recebo muito presente das lojas, mas se vejo que é podrinho nem abro"

 A verdade é que Lalá Rudge é a face da futilidade que ronda esse meio dos blogs de moda. E eu como tal,  blogueira de moda, venho aqui defender o que tenho imenso amor de fazer.  

Fútil: adj. Que é desprovido de interesse, de valor, de importância; frívolo, leviano.

Fútil. Infelizmente é assim que a maioria das blogueiras são definidas. Que diga-se de passagem não é a toa. Conteúdos copiados, comprados é que mais se vê por ai. 
Sim, nós amamos moda e falamos sobre isso, mas fora do blog, a maioria lava louça, estuda, pega ônibus, vai a brechó e compra na Renner, e tenta fazer uns DIY pra economizar. Fica feliz quando a bolsa é nova, e ainda mais quando ganha presente. Me lembro agora de um texto que li no Petiscos, sobre as normal girls, que afinal é o que somos. Quando deito minha cabeça no travesseiro tenho a consciência que não sou melhor do que ninguém. Usar Yves Saint Laurent, Chanel e Loubotin não te faz melhor que ninguém.

A audiência de blogs que só querem vender é muito maior que os outros que tentam passar uma realidade compatível com quem os lê. O que é realmente hipócrita. Duvido que a maioria das leitoras que Lala Rudge tem  ganhe por mês o dinheiro pra comprar uma de suas bolsas.
É por isso que estou aqui pedindo, apelando. TENHAM VOZ. ATITUDE. Se você não concorda com o conteúdo que vê por ai. Dá dislike no facebook e unfollow no twitter. A cada clique alheio e inoportuno elas ganham em cima de você. Na internet, nada é silencioso.

Se a revista RG não conseguiu passar o recado, aqui estou eu tentando mais uma vez.

Pra quem quiser ler a matéria que saiu na RG sobre a Lala que me indignou e inspirou esse post parte 1   parte 2
(Thanks blogueira Shame por disponibilizar a matéria)



VOCÊ TEM VOZ, ENTÃO USE-A. 




You Might Also Like

2 comentários

  1. Puta merda 100.000 mil de anuncio num blog de merda que nem esse? Pffff

    ResponderExcluir
  2. nossa, tenho dificuldade em acreditar nesses números absurdos. e o pior de tudo, pra mim, é que esse tipo de blog tem muito mais público do que um blog com conteúdo de verdade, com opinião.
    enfim, TRISTE.

    ResponderExcluir

Os amigues que são lindes comentam :)

Follow by Email

Subscribe